Sobre ser um criador de conteúdo


Eu estudo arquitetura desde Agosto de 2012, embora eu já tenha contato com cursos de arquitetura bem antes disso. Em 2009 comecei um curso de técnico de Edificações, mas depois troquei por Design de Interiores. Achei mais colorido, gostei da ideia de criar algo, e estou nessa vida de criadora até hoje. 

No ensino fundamental, estudei numa escola que em cada bimestre trocávamos de matéria. Eramos obrigados a passar por música, teatro e artes. No último podíamos tentar escolher algum pra fazer. Nos quatro anos que estudei lá, tentei teatro. Não consegui em nenhum. Como não levava jeito pra tocar flauta, acabava escolhendo por artes. 

Parece um absurdo o que eu vou falar agora, mas eu detestava a aula de artes. Lembro que tentávamos copiar alguma obra famosa e a busca pela perfeição me tirava do sério, mas ainda assim eu ia bem com artes. 

No primeiro ano do ensino médio criei meu primeiro blog. Eu escrevia histórias bobinhas que eu adoraria que acontecessem comigo. Eu gostava da ideia de ser a criadora daquilo que eu gostaria de ver, mesmo que só pra mim. 

O tempo passou e eu arrumei novas formas de me entreter. Conheci novas pessoas, que me apresentaram novos mundos, ideias e que acabaram influenciando na minha forma de ver as coisas. Mas eu sentia falta de escrever alguma coisa, algo que eu não sabia o que. 

Ser um criador de conteúdo é muito mais do que escrever qualquer coisa. Você cria todo o tempo: o caminho da sua casa, a playlist que vai escutar, a agenda que vai seguir, os livros que vai ler, a forma como vai estudar e outras milhões de coisas. Criar é juntar coisas que já exitem, em conjuntos que não existem. Acontece que de vez em quando você muda os rumos, você cria uma nova forma de ver as coisas, e às vezes dá certo. 

Meu primeiro projeto na faculdade foi péssimo. Não desmerecendo meu trabalho, mas eu não consegui encontrar nele um lugar que eu quisesse visitar. Meu último projeto foi uma casa de Container, e nossa, eu amaria que aquela casa fosse real e eu pudesse morar nela. E a mesma coisa aconteceu com eu TCC de Design. Eu vivi aquela loja com toda a minha imaginação. Me encontrei em cada detalhe. 

Eu ainda não aprendi muito sobre ser uma criadora de conteúdo. Escrevo com meu coração, desenho quando me dá vontade e projeto adequando o que eu preciso com o lugar que eu gostaria de estar. Não sou a pessoa mais criativa do mundo, mas a cada dia que passa tento fazer algo para que meu mundo seja um pouco mais da forma como eu gostaria.

Onde eu quero chegar com isso tudo? Todos somos criadores de conteúdo, só não sabemos do que, ou não levamos tão a sério. Eu escolhi arquitetura, mas poderia perfeitamente fazer publicidade, moda ou fotografia, porque eu gosto de criar, seja lá o que for.

Se você quer ser um criador de conteúdo, comece criando para você. Um caminho, um lugar, uma história, o que gostaria de viver. Um dia o mundo descobre sua criação, ou se não descobrir, pelo menos o seu mundo ficou um pouco mais você. 

Pin It

Um comentário:

  1. Tô pensando em ser design de interiores, arquitetura não dá pra mim... não gosto de desenho. bjo! frescuraseafins.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Oi, tudo bem? Espero que você tenha gostado da postagem. Poxa, você chegou até aqui, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Mas seja sempre positivo, comentários ofensivos serão apagados ok?
Se tiver um blog, deixa o link que eu visito de volta :)

Ah, e volte sempre hein?

Ps: se possível deixe seu link assim: Ka com K =)