O que 2014 deixou..



Faltam dois dias pro Natal, e com todo esse clima de final de ano me passa todos os acontecimentos dos últimos 357 dias, e como eu aprendi em cada coisa. Amanhã vou viajar, e não sei se vou conseguir escrever esse texto a tempo, então resolvi escrever hoje mesmo.

A primeira lição que aprendi esse ano foi sobre confiança. No final do ano passado tive um desentendimento com uma pessoa que eu considerava uma das minhas melhores amigas. Não me senti injustiçada, mas me senti traída. No começo desse ano descobri que tudo isso não passou de um grande impulso, o que me deixou mais chateada ainda. Perdoei o incidente, mas a amizade nunca mais foi a mesma. Confiança é como papel: se você amassa, ele não volta a ser como era antes.

Conheci pessoas maravilhosas, que hoje são minha família ouropretana. Cheguei à conclusão de que quando você convive com as pessoas, elas te passam aprendizados, e você as passa também. Algumas me ensinaram a viver a vida daquele momento, outras foram um exemplo de vida e estudo pra mim. Do mesmo modo que também aprenderam algo comigo (e espero que tenha sido algo bom! :)

Aprendi que o que é pra ser realmente nosso, chega com o devido tempo. Mas jamais podemos desistir sem tentar. Antes um arrependimento por algo que aconteceu, do que uma dúvida de como seria. Ah, e o que é realmente nosso, ninguém tira da gente, a não ser que já esteja na hora daquilo sair da sua vida.

A maior lição que eu tive esse ano, porém, envolve mais coisas do que eu gostaria. Minha família e amigos próximos me ensinaram que todos são sujeitos a precisar tirar forças de algum lugar pra continuar. Seja um abraço, um ombro amigo, ou só uma presença em determinadas ocasiões. 

Tive um medo muito grande de ter algo grave. Senti que precisava mudar a forma como levava minha vida. Pensar que poderia existir um mundo sem mim era a pior e mais estranha sensação. Se eu realmente estivesse algo grave, o que eu escolheria fazer?

Viver. Dançar. Sair. Ver gente. Fotografar. Escrever. Cantar no chuveiro. Ler. Beber. Conhecer mais gente. Ir a lugares novos. Aventuras novas.  Estudar. Viajar. Ir num show que eu gosto. Viver de alma e coração. 

2014 foi um daqueles anos que eu vou me lembrar com o coração apertado de saudades. Por tudo. Os problemas que eu passei foram necessários pra me deixar mais forte, e os momentos bons esse ano foram incontáveis. Espero que 2015 continue com essa boa energia que 2014 deixou.

Feliz natal, e um ótimo ano novo, cheio de surpresas boas ,)


Pin It

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi, tudo bem? Espero que você tenha gostado da postagem. Poxa, você chegou até aqui, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Mas seja sempre positivo, comentários ofensivos serão apagados ok?
Se tiver um blog, deixa o link que eu visito de volta :)

Ah, e volte sempre hein?

Ps: se possível deixe seu link assim: Ka com K =)