Quase tudo pronto!


Depois que eu cheguei em Ouro Preto, mais uma vez a universidade me consumiu. Já separei algumas coisas pra doar, outras coloquei na minha lojinha do Enjoei. Ainda falta uma parte do guarda roupas, então logo logo tudo estará ok para o início do projeto. 

(se você não entendeu nada, leia o post anterior antes de continuar)

Lembrando que:
- Não, eu não comprei mais peças de roupa desde o último post
- Ainda estou pensando um jeito de improvisar uma câmera (a minha quebrou), e sem uma alternativa está difícil começar o projeto
-Além de parar de comprar roupas, também quero perder alguns kilinhos
-Qualquer sugestão é bem vinda e válida!

E por último.. não sei se crio o projeto em outro blog paralelo a esse, ou se coloco o projeto aqui, diariamente.. estou com medo de misturar os dois e dar confusão, mas também não sei se convém separar tudo, completamente.. Então pensei de no outro colocar o dia a dia, e aqui no Ka com K, um balanço semanal. 

O que acham? Comentem aqui embaixo! 

E por hoje é só, um beijo e até a próxima!

Pin It

Momentos difíceis, recomeço e o futuro do blog!


"Quando acontece uma coisa ruim, Deus envia cinco coisas boas para compensar"

Eu passei dias tentando escrever essa postagem. Inspiração é uma coisa engraçada. Pra alguns vem nos momentos mais difíceis, mas pra mim, sempre vem nos momentos em que me sinto bem. Eu não gosto de transmitir coisas ruins, e por isso estive afastada nos últimos tempos. 

Todos passam por fases ruins. Se você ainda não passou, agradeça, mas se prepare. Eles chegam para nos fazer mudar pra melhor, dar valor à coisas que pouco notávamos ou qualquer coisa que te faça crescer. Minha avó está internada desde dia 30 de Novembro, e foram tantas coisas que passaram pela minha cabeça durante esse período, e o quanto eu aprendi com cada uma dessas coisas. Ela está em um quadro de Pneumonia, somado à outras coisas que não vêem ao caso agora. Quando eu pude finalmente me encontrar com ela, já havia mais de 30 dias que ela não conseguia comer nada. Durante o tempo que passei nas idas e vindas dos hospitais vi muitas coisas, infelizmente muitas tristes, mas que me fizeram valorizar a comida que eu posso comer, o ar que eu posso respirar, as pernas que eu tenho pra andar, e muito mais. Além da minha avó que está internada, minha família perdeu um tio e um nenenzinho. E em respeito a eles, achei que precisava de um tempo pra voltar a escrever. 

E cá estou. Mais uma vez pra recomeçar.

Eu tenho vários sonhos e metas pra esse ano. Sei que essa fase ruim logo vai passar. Quero viajar, quero estudar, quero descansar, quero aproveitar as férias, quero escrever aqui no blog, quero aproveitar meu namorado, quero ver mais meus amigos, quero sair, quero trabalhar, quero que esse ano seja melhor do que 2015, Quero me sentir muito bem, e sei que talvez algumas coisas vão precisar mudar, e que eu tenha a coragem e consiga mudar da forma como eu quero. 


Mas onde entra o blog nessa história?


Todo recomeço começa com algo que deixamos para trás, algo que precisa partir para que outro melhor venha. Por enquanto, a primeira mudança que eu quero é em relação aos meus hábitos. Estou me estruturando para melhorar minha saúde, pesquisando sobre reeducação alimentar e estou fazendo aulas de zumba, que eu adorei. 

É na segunda mudança que o blog entra. O Brasil está em crise, e infelizmente o meu bolso também. Já tive o prazer de trabalhar, mas agora fazendo universidade de "tarde e a noite", as coisas andam bem complicadas, e por enquanto eu continuo sendo sustentada pelos meus pais. Nos últimos meses, quando as coisas começaram a apertar mais ainda na questão financeira, percebi que herdei um hábito de quando eu trabalhava, e que eu posso deixar de ter: comprar roupas com frequência. Não ligo para marca de roupas, e eu percebi que as blusinhas de R$20 que eu comprava, hoje me custaram uma graninha que eu poderia usar para coisas mais importantes. 

As blusinhas somadas às outras blusinhas que eu já tinha resultaram em um armário imenso, e com muitas roupas. Assim que eu mudei pra Ouro Preto, fiz um limpa, e hoje, dois anos e meio depois, a situação voltou, e com um agravante: agora é um armário em SP e outro em OP. Tenho roupa pra todas as ocasiões possíveis: academia, formatura, casamento, casual, e de tudo quanto é jeito, cor e estampa. Com toda certeza meu armário quebra todos os galhos do mundo. 

E foi aí que eu pensei e cheguei a conclusão de que eu posso e devo ficar um bom tempo sem comprar roupa. Além de fazer uma limpa inicial e ajudar quem precisa. Uma das blogueiras que eu mais admiro é a Jojo do Um ano sem Zara, e mesmo eu não chegando aos pés do estilo dela, sei que eu posso me vestir bem com o que eu tenho, sem precisar de mais. 

Desta forma, queria pedir uma autorização pra ela, de me inspirar no projeto dela para criar o meu. O da estudante que mora fora e é sustentada pelos pais. Que nunca viajou, mas sonha em viajar. Que precisa mudar os hábitos, mudar de pensamento e largar aquela Becky Bloom que ficou dentro dela, e postar todo o desenvolvimento aqui no blog, junto com as resenhas dos produtos mais destacados do dia a dia mesmo. Aos poucos vocês entenderam como vai funcionar. 

Por enquanto, não tenho uma pessoa que tire as fotos pra mim, mas vou me virar como posso e com o material que eu tenho, nada profissional. Já comecei com os desapegos de SP, e o resto eu conto no próximo post, esse aqui já ficou imenso! :P

E que uma fase boa prospere :)

Um beijo e até a próxima!



Pin It