Filmes para assistir nesse feriado

Fonte: We heart it
Olá pessoal, tudo bem com vocês? Fugindo um pouco dos últimos posts, achei que valia a pena falar sobre algo que todo mundo ama: filmes! Mais um feriado, e para vocês que não vão viajar (ou até para quem vai!), criei uma lista de filmes para assistir ao lado do bom amigo cobertor ou uma pipoca bem gostosa! E tem para tudo quanto é gosto, o importante é aproveitar esse feriadão, vale até repetir se já tiver assistido algum da lista!

Para assistir nas telonas!

 A Bela e a Fera



Sei que a indicação não é lançamento, mas para aqueles que ainda não assistiram o live action na telona, ainda dá tempo.Moradora de uma pequena aldeia, Bela tem o pai capturado pela Fera e decide entregar sua vida ao estranho em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um princípe que precisa de amor para voltar à forma humana. Além de ser da Disney, temos como interprete da Bela a Emma Watson. 

❤ O Poderoso Chefinho



Na mais nova animação da DreamWorks e dos criados de Shrek, um bebe falante que usa terno e carrega uma maleta misteriosa une forças com seu irmão mais velho invejoso para impedir que um inescrupuloso CEO acabe com o amor no mundo. A missão é salvar os pais, impedir a catástrofe e provar que o mais intenso dos sentimentos é uma poderosa força. 

Para quem tem Netflix ;)

❤ Alice no País das Maravilhas



Mais um live action da Disney, agora da Alice, uma jovem de 17 anos que passa a seguir um coelho branco apressado, que sempre olha no relógio. Ela entra em um buraco que a eva ao País das Maravilhas, um local onde esteve há dez anos apesar de nada se lembrar dele. Lá ela é recepcionada pelo Chapeleiro Maluco e passa a lidar com seres fantásticos e mágicos, além da ira da poderosa Rainha de Copas.

❤ A teoria de tudo



Um dos filmes mais comentados nos últimos anos, a Teoria de tudo conta a história de Stephen Hawking, sua inteligência, suas descobertas, seu romance e a descoberta e avanço de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas 21 anos. 

❤ Um dia



Agora a indicação é uma adaptação literária. Li o livro "Um dia" pouco depois do lançamento, e logo em seguida assisti ao filme e me lembro de ter achado uma adaptação boa, que não perdeu muito em relação ao livro. Emma e Dexter se conheceram na faculdade, dia 15 de Julho. A história os acompanha nessa data em 20 anos, e atravessa sucessos, dificuldades, mas a vida de ambos sempre está interligada. 

❤ Caso 39



Mudando um pouco de gênero, vamos falar sobre um suspense, o Caso 39. Emily é uma assistente social que acaba de receber seu 39º caso, o da menina Lilith, cujos pais tentaram feri-la. Emily se encanta com a garota e a leva para casa até que ela encontre um lar adotivo. Mas há um mistério em volta da menina, já que todos que ficam próximos a ela se tornam loucos. 

Para quem usa PopCorn :)

❤ Milagres do Paraíso


Esse é sem sombra de dúvidas um dos meus filmes favoritos, principalmente por ser baseado em fatos reais. Christy e Kevin tem três filhas e vivem em uma casa confortável, acabaram de abrir uma clínica veterinária, vão à igreja com frequencia e tem uma vida bem confortável. Sua filha Annabel começa a sentir fortes dores na região do abdomen, até que ela é diagnosticada com um problema gravíssimo de digestão. Com isso, os pais da menina lutam a todo custo, tudo o que pode salvar a filha, chegando até a afastar sua fé em Deus. Vale muito a pena assistir. 

❤ A garota no trem


Mais uma adaptação literária. Rachel sofre todos os dias por conta de seu divórcio, além de estar desempregada e deprimda. Todos os dias ela viaja de trem e imagina como seria a vida de um casal que acompanha pela janela. Porém um dia ela testemunha uma cena chocante e descobre o desaparecimento da mulher. Ela procura a polícia e logo se vê completamente envolvida no mistério.

❤ La la Land


É difícil ter alguém que ainda não assistiu a La la land, mas se for o seu caso, vá assistir agora! Indicado a 14 oscars, temos a história do pianista Sebastian e da atriz Mia e a história se desenvolve na busca de oportunidades para a carreira de ambos em Los Angeles e na tentativa do relacionamento dar certo enquanto buscam fama e sucesso.

❤ A incrível história de Adaline


Pensa em um filme que eu amo! Adaline nasceu em 1908 e tinha uma vida normal até sofrer um acidente de carro. Desde então, ela parou de envelhecer e aparenta ter 29 anos. Ela vive uma vida solitária e nunca se permitiu criar laços com alguém, até ela conhecer Ellis, por quem talvez vale a pena arriscar sua imortalidade. O mais incrível desse filme não é nem o romance, mas a vida dela, vale muito a pena dar uma chance!

❤ Mogli



Meu filme favorito da infância ganhou uma adaptação em live action maravilhosa, com direito às musicas e tudo mais. Mogli é um menino que foi criado na selva por lobos, sem contato com os humanos. Mas sua permanência é questionada quando o tigre Shere Khan ameaça a alcateia e Mogli segue em busca da vila dos homens com a ajuda do urso Baloo e da pantera Bagheera.

Então é isso pessoal! Espero que vocês tenham gostado das sugestões e não deixa de deixar a sua aqui nos comentários também! Peço desculpas pela ausência aqui no blog, mas vocês sabem que eu sempre volto! Estou indo viajar e assim que voltar conto tudo pra vocês, combinado? 😉

Um mega beijo e até a próxima!

Pin It

Enfrentando meu ponto fraco


Olá pessoal! Queria pedir desculpas, mas não tive condições de escrever nos últimos dias. Um dos motivos foi que estive muito ansiosa e não me senti bem, o outro, meu pai operou e ainda não teve alta, o hospital não é perto da minha casa e eu acabei chegando cansada em casa esses dias, mas eu farei de tudo para cumprir minhas metas de coração, e vocês podem me cobrar no insta @kacomk

Confesso que o primeiro dia dessa jornada seria algo relacionado à algo que nos fizesse bem. Minha primeira ideia seria tirar um dia para fazer algo que te deixe feliz. Que fosse se arrumar ou fazer um dia de compras no shopping, ou tirar a tarde para algum hobby que você goste muito. Mas tudo começou com um dia de arrumação pessoal que deu errado. E aí, eu achei melhor mudar a temática, e qual sua maior dificuldade?

Se você acompanha o blog há um tempo, já deve ter notado a guerra pessoal que eu tenho com meu cabelo (veja os posts aqui). Eu tenho cabelo cacheado, tipo 3B, e eu não passei pela famosa transição capilar. Pelo menos não voluntariamente. Na verdade, eu parei de fazer progressiva por falta de grana, e meu cabelo foi voltando ao natural, ao ponto de hoje, uma escova dura um dia só no meu cabelo, depois anela e arma muito. Acho que por eu não ter feito essa "transição" voluntariamente, não teve um efeito legal, e eu não sinto que me encontrei em sentido ao meu cabelo. 

Ok Ka, mas cabelo não é uma coisa fútil? Você não deveria falar sobre ansiedade?


Para tratar ansiedade, eu preciso ir além de mim. Preciso da ajuda da minha terapeuta, e até do meu médico. O que eu quero dizer é que nem sempre a ansiedade se resolve sem ajuda. E a questão do cabelo só depende de mim. 

Então, vou me propor a passar um mês tentando amar o meu cabelo, cacheado. Vou tentar me arrumar, e me propor a tentar gostar dele (só fico com o cabelo cacheado por obrigação, não por amor). E a intenção é sair daqui realmente bem, ou seja, se no final do desafio eu realmente achar que não é isso o que eu quero para mim, faço a minha tão sonhada progressiva sem a consciência de estar fazendo qualquer coisa errada. 

Estamos em um momento que é muito legal ter tantas informações sobre o cabelo cacheado e vou usar isso a meu favor. Mas também, vou procurar não me sentir mal se eu optar pelo plano B. Confesso que sinto uma culpa por não gostar do meu cabelo, e uma culpa maior ainda quando uso ele natural e não me sinto bem. Acho que vai muito do meu sentimento de aceitação, que eu quero muito trabalhar nesse período. 

Gostaria de propor a vocês que reflitam sobre o que também desestabiliza vocês. Pode ser no sentido físico, como no meu caso, ou qualquer outra coisa. Quero que vocês pensem qual é a maior dificuldade de vocês, e em como isso te afeta. 

No meu caso: 
  • Não me sinto a vontade de sair com o cabelo cacheado;
  • Não gosto de tirar fotos;
  • Dói muito para desembaraçar o cabelo; 
  • Detesto ficar com muito creme do cabelo "grudando" na pele;
Logo em seguida, faça uma lista das coisas que você pode fazer para melhorar esses aspectos. Vou montar a minha listinha e volto em breve para contar pra vocês como vou começar essa batalha em busca de um eu mais feliz. Hoje fui a perfumaria e comprei vários cremes para cabelo cacheado, baixei também um aplicativo chamado "Cronograma Capilar" que eu espero que me ajude nessa jornada também!

Boa sorte para nós! 😊

Um beijo e até a próxima!

Pin It

Pequenos grandes passos


Escrever de coração aberto é bem difícil. Coisas que deveriam ser simples não são, e eu estou um pouco cansada, se é que é possível. Cheguei em São Paulo para um mês de férias. Tudo lindo, não posso e nem tenho o direito de reclamar de nada. Passei direto nas matérias e algumas até muito bem: minha pior nota esse período foi 6,6. Se levarmos em conta que fiz 7 matérias e que esse foi o período mais difícil psicologicamente falando, temos uma vencedora. 

Pela primeira vez na minha vida, não tem ninguém pra me acompanhar nessas férias. Primeiro que ninguém tira férias em Abril, segundo que todas as pessoas do meu convívio mais próximas estão trabalhando, e meu irmão que não trabalha entrou esse ano na escola técnica e fica fora o dia inteiro. 

O primeiro dia passei em casa assistindo "Os treze porquês". A verdade é que quando a gente fica ocupado demais, sente falta de ter um dia estilo "domingo", que você fica à toa em casa. No segundo dia, tudo começou a pesar. Apesar de não ligar de sair sozinha, me sinto sem forças. Dessa vez eu queria uma companhia para me arrastar pra comer um lanche na Paulista ou ver um filme no cinema. Companhias essas que só podem sair no sábado, e aí tenho vários passeios pros finas de semana (dos quais só vou poder escolher 2), e uma semana destinada a estar em casa assistindo Netflix.

E nesse meio tempo, já marquei curso de culinária, voltei pra dieta, fiz uma limpa de roupas e no quarto, comecei vários episódios novos e tentei começar dois livros. Mas parece que tudo o que eu tento fazer com que prenda a minha atenção, foge. E sim, me sinto mal por isso. 

Hoje fiz uma limpa no meu quarto. Tirei várias roupas pra dar, separei alguns livros que também não quero mais, e estou fazendo de tudo para me alimentar melhor. A verdade é que se reerguer não é fácil, e eu sei que escrever aqui me ajuda muito, então queria deixar um convite:

Vamos nos ajudar? 

Vou escrever uma série de post de mudanças pequenas, mas que podem mudar sua vida. Eu mesma vou me propor às tarefas e vou contar para vocês como foi. Acho que é uma forma de me incentivar a sair dessa zona de conforto e de ajudar vocês também, quem sabe né? 

Lembrando sempre que se você acha que está com algum problema psicológico, não deve hesitar em procurar algum profissional da área, seja um terapeuta, psicólogo ou psiquiatra. 

Nos vemos amanhã! Um super beijo!

Pin It

Precisamos falar sobre Os 13 porquês


[Migos, acho que não fiz um post à altura e voltei pra reescrever, ok?]

Eu estou sem ar.

Faz uns 15 minutos que eu terminei a série. Apesar de ser algo que eu tenha contado os dias, por conta de ter amado muito o livro, precisei parar de assistir diversas vezes. A temática é muito pesada, arrisco dizer até mais do que o livro.

Pra quem não conhece a sinopse, vou dar uma resumida: Hannah Backer se suicidou e deixou 13 fitas, que devem passar por 13 pessoas explicando os motivos pelos quais ela se matou, e todos os que receberam as fitas são um dos motivos. Pesado né?

Quando procurei o livro para ler, por recomendação de uma amiga, li de um dia pro outro. Normalmente eu faço mais a linha de gênero "mamão com açúcar", mas me vi envolvida na história da Hannah mais do que qualquer outro livro nos últimos tempos. Então as minhas expectativas eram realmente altas em relação à série. 


A série fez algumas alterações no livro, mas nada que prejudique o enredo. Na minha opinião serviu até para que possamos conhecer melhor cada personagem, e principalmente, todos os problemas sociais envolvidos. A série trata de Bullying, homossexualismo, preconceito, machismo, abuso sexual, objetificação da mulher, exposição, fofoca, mentira, segredos, culpa e suicídio. São temas muito pesados, mas que devem ser discutidos.

Também é uma série que entra bem mais a fundo na vida dos outros personagens, os problemas que eles vivem, seus conflitos e tudo mais. Entramos a fundo não só na vida de Hannah, como também de Clay, Jess, Alex, e quase todos os porquês.

No final dos livros que envolvem temáticas pesadas, como o suicídio, existe algumas formas de procurar ajuda, como telefones, sites, pessoas que se disponibilizam a ajudar aqueles que estão pensando em suicídio ou que precisam de algum tipo de ajuda. Sei que poderia estragar a série, mas achei que faltou algum aviso nesse sentido.


Os 13 porquês não é uma série indicada para quem tem pensamento suicida. Apesar da classificação ser 16 anos, e dos episódios mais pesados conterem um aviso no início, a história é muito pesada, e como eu disse aí em cima, Hannah não sentiu que havia uma saída, e quem tem qualquer tipo de pensamento suicida, transtorno de ansiedade, depressão ou qualquer outra coisa, precisa saber que há uma saída, e que é preciso procurar ajuda. Confesso que precisei parar os episódios várias vezes, por realmente achar eles muito pesados.

Eu acho que o livro e a série apareceram em uma hora muito pertinente. Vivemos em um mundo em que precisamos discutir o machismo, em que a mulher é objetificada, em que a mulher está errada, "ela pediu", "quem mandou beber", e ver as consequências desse tipo de pensamento em uma série para adolescentes, já faz com que eles repensem seus atos: seja no machismo mascarado de brincadeira, na mentira para sair bem, na fofoca alheia, e em outros pequenos atos que podem acabar com a vida de outra pessoa.


Como série, acho que talvez tenha uma segunda temporada. Apesar do enredo do livro ter terminado, a série deixou diversas lacunas abertas, com a maioria dos personagens, e até pistas de que novas histórias surgirão. Mas não deixo de parabenizar a Netflix, a série foi uma adaptação digníssima do livro.

Vou parar por aqui, antes que eu fique o resto da noite falando sobre o livro e a série. Não aprofundei mais porque não quero dar qualquer tipo de spoiler e quero que vocês assistam a série e me contem o que acharam.

Um beijo, e até a próxima!

Pin It

Mudar é preciso


Olá pessoal, tudo bem com vocês? Vim aqui contar um pouquinho do turbilhão que foram esses últimos dias. Infelizmente eu piorei. Tive mais crises de ansiedade, e procurei ajuda médica dessa vez. Foi quando cheguei no "fundo do poço" e vi que eu precisava fazer algo por mim, urgente.

Minha mãe veio pra cá e acabei mudando pra uma república que tem mais meninas. Claro que tudo na vida é adaptação, mas quero muito que dê certo, que as meninas gostem de mim e tudo mais. Aqui na faculdade eu acabei com um desempenho muito baixo. Meu período ainda não acabou, estamos em épocas de provas finais, e vou tentar salvar o que eu puder, tentando não me cobrar muito. Só eu sei o que estou passando, e como tem sido difícil.

Também estou lutando ao máximo para me manter mais calma. Alguns dias eu consigo, outros ainda não. Mas eu ter mudado de casa já mudou muito o meu ânimo, de verdade! Só preciso de mais uns dias pra colocar tudo em ordem. 

Estou em época de final de período, e tenho um turbilhão de provas, projetos e tudo mais. Por isso, pelo menos essa semana, eu devo continuar afastada do blog. Mas quis passar aqui pra avisar que está tudo bem e que eu estou melhorando! E mais uma vez pedir a torcida de vocês para que dias melhores venham!

Um super beijo e até a próxima! 

Pin It

Carnaval em Ouro Preto

Fonte: CarnavalOP

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vim aqui contar pra vocês como é o carnaval em Ouro Preto-MG. Pra quem não sabe. eu estudo na UFOP e desde então eu passo todos os carnavais aqui, e é muito bom, com toda certeza é um dos melhores carnavais de Minas Gerais. Tem muitos bloquinhos de rua, com aquelas musicas de carnaval, tem blocos grandes com artistas famosos, e tem as festas de repúblicas, que também são muito boas. Vou explicar um pouco mais de cada um pra vocês.

Bloquinhos públicos
Fonte: Olá Turista


Esses são das antigas, mas nunca perdem vez, e são espalhados na programação do carnaval. É o programa mais família do carnaval de Ouro Preto, e tem gente de todas as idades, tanto participando como também acompanhando. Eles são organizados pelos cidadãos e na partida dos blocos, há uma área destinada somente para quem tem abadá, mas após a concentração eles atravessam as ruas da cidade e todos podem acompanhar. São acompanhados por grupos de samba, pagode, bateria a cantores. 

Blocos Republicanos


Esses na minha opinião são os mais legais. São blocos organizados por algumas repúblicas e que tem atrações grandes. Já teve Mr. Catra, Anitta, Valeska, Gustavo Lima, Nego do Borel, Dennis DJ, e vários outros. Tem bebida liberada e são bem cheios! Os maiores e mais famosos são o Bloco do Caixão, Cabrobró, Praia e Chapado. No vídeo, coloquei o do bloco Chapado de 2014, em que eu apareci no minuto 2:50 (Não ia perder a oportunidade de mostrar o vídeo que eu passei né!). Os valores são um pouco salgado, variam de R$140 a R$350 dependendo do bloco, do setor e do lote, mas vale a pena ir pelo menos em um!


Festas nas Repúblicas
Fotos de vários anos ;)

Uma galera que vem passar o carnaval em Ouro Preto são universitários, e grande parte da cidade daqui também. Ouro Preto tem muitas repúblicas, e a maioria delas ajuda ou organiza algum carnaval. Eles criam uma programação que vai de sexta feira a terça feira a noite, e incluem várias festas open bar, blocos, e incluem hospedagem e almoço. A hospedagem são em repúblicas chamadas casa de apoio, e não tem luxos, mas a galera que vem pra ficar em república já sabe que vem mais pelas festas do que pela hospedagem. Os carnavais mais famosos por aqui são da Chaparral, Oito&Oitenta, Aquarius, Necrotério, Paternon, Alphorria, Ninho e Vaticano. Há também várias outras repúblicas com carnavais menores, e os valores também variam conforme o local, a programação e o lote, e variam de aproximadamente R$850 a R$1400.

E aí, gostaram? Esse carnaval eu fiquei só nas festas de república, mas já fui em todos esses que comentei aqui! E vocês, o que fizeram nesse carnaval? Já conhecem Ouro Preto? Comenta aqui em baixo, vou adorar saber! Um beijo e até a próxima! ;)

Pin It

Seu diploma é mais importante que a sua vida?

Fonte: Tumblr

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vim aqui com mais um post desabafo, e decidi chamar esse tipo de post de #vidamaisleve, em que eu tenho como intenção fazer uma reflexão sobre nossos valores, e a forma como levamos a nossa vida, para que possamos pensar e por fim optar por uma Vida Mais Leve. Não é nenhum tipo de post fitness, mas vai te ajudar em alguma coisa, prometo. 

Como vocês sabem, eu tenho crises de ansiedade que se agravaram de um tempo pra cá e estou fazendo de tudo para mudar de vida. Minha saúde tem sido algo que eu levo muito em conta, porque sem ela é impossível que eu tenha um rendimento legal na faculdade e até mesmo nos momentos de lazer, como aqui no blog.

Hoje li um post de uma menina no facebook que me fez refletir muito sobre como estamos deixando nossa saúde de lado. Não temos tempo de fazer atividade física ou de nos alimentar direito, Vivemos com comida congelada e a ansiedade/depressão são considerados o mal do século. Tem alguma coisa de errada aqui. 

No post, a menina contava que tinha uma prova na faculdade, e que para relaxar ela não abre mão de alguma atividade física. E eis que um dia antes da prova a menina se machucou o pé jogando tênis, voltou pra casa e revisou a matéria da prova. No dia seguinte, ela acordou com dor e foi fazer a prova. Saindo da prova ela foi no médico e descobriu que seu pé estava trincado. E só então ela parou pra pensar que o tempo inteiro pensou primeiro na prova e depois na saúde dela. E em como foi normal ela ir fazer uma prova com o pé quebrado. 

E aí eu pensei também. Quantas vezes já fui pra aula com febre, passando muito mal, com o estômago queimando, tudo porque a faculdade é mais importante do que tudo. Você não pode fazer sub porque é junto com prova final, ou você pode reprovar em faltas. Você precisa ter o coeficiente "x" a qualquer custo. Agora voltando um pouco no meu caso. 

Essa semana almocei com uma conhecida minha, aquela pessoa que tem uma ideia do que você passa, mas não sabe o que é estar na sua pele. Comentei com ela que estou pensando em trancar um período da faculdade para me recompor, e ela me fala "Nossa, não faz isso! Você vai atrasar sua formatura, vai ser muito pior". E saí do almoço pensando. Eu choro todos os dias porque me sinto sozinha, e pensei que um tempo com minha família - que são as pessoas que mais me apoiam e dão amor nesse mundo- me faria bem. Porque me formar é mais importante do que o meu bem estar?

Até que ponto vale não ser feliz mas ter sucesso? Até que ponto vale viver no piloto automático?

O tempo passa cada dia mais rápido. E de tudo o que temos, no final o que é nosso mesmo, é o que vivemos. Os momentos bons e felizes. Ninguém quer sentir falta do que não gostou. E agora eu te pergunto: você tem se colocado em primeiro lugar na sua vida? Ou deixou que a escola, faculdade ou trabalho vivessem por você? Não estou dizendo pra largar tudo ( a não ser que você queira), mas que precisamos buscar um equilíbrio nas nossas vidas, e de uns tempos pra cá, a balança quase sempre pende pra um lado.

Espero que vocês pensem a forma como estão vivendo, e se perguntem o que faz você feliz nesse momento. Esse foi o primeiro post oficial do #VidaMaisLeve e espero que vocês tenham gostado! Um beijo e até a próxima! 😉

Pin It

Tutoriais de Make para arrasar nesse Carnaval

Fonte: Tumblr

Olá pessoal, tudo bem com vocês? O Carnaval está aí, e que época linda! Tudo colorido, bloquinhos de rua, festas! E pra te ajudar na folia, eu fiz uma seleção de vários tutoriais de make bafônicos pra quebrar aquele galho no feriadão se você ainda estiver sem fantasia, e cair na folia! E tem pra todos os níveis de dificuldade e gostos! São 10 tutorias que vão desde Wonder Woman a Sereia, Índia e Oncinha! Algum vocês vão gostar, pode ter certeza!

❤ Sereia


❤ Oncinha


❤ Wonder Woman


❤ Girafa


❤ Índia


❤ Bambi


❤ Unicórnio


❤ Tigre


❤ Arlequina


❤ Gatinha


Não são maravilhosos? Me conta qual você gostou mais e de que vai fantasiada nesse carnaval! Espero que tenham gostado, um beijo e até a próxima! :)

Pin It

Séries que você precisa dar uma chance


Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje eu vim com um assunto que todo mundo ama: Séries!!! E o tema de hoje são séries que valem a pena dar uma chance, seja para rir, para pensar, para passar o tempo, ou até para "Nossa, que série incrível"! Não consegui encontrar o trailer de todas elas, mas são séries que valem muito a pena! Algumas já terminaram, outras ainda estão em andamento, e o melhor: todas estão no Netflix! Eba! 😊

❤  Friends



E lógico que eu irei começar o post com minha série favorita de todos os tempos: FRIENDS. A série foi premiada mais de 50 vezes e apresenta o cotidiano de seis amigos de forma muito cômica. Rachel, uma mulher rica e mimada acabou de abandonar seu noivo no altar e procura Mônica, uma chef de cozinha que sempre é a anfitriã dos amigos. Seu irmão Ross acabou de se divorciar do casamento, e nurte uma paixão por Rachel desde os tempos de escola. Chandler é um processador de dados e é na minha opinião o personagem mais engraçado da série. Ele mora com Joey, que está sempre em busca de um trabalho como ator e de mulheres. E o grupo se completa com Phoebe, que saiu de casa aos 14 anos e gosta de trabalhar com música, sempre um pouco doidinha. Não se prendam ao fato da série ser mais antiga, são 10 temporadas de muita risada e ótimos episódios! 💗

❤ Stranger Things



Se você ainda não assistiu Stranger Things, pelo menos já ouviu falar. A série é passada na década de 80 na cidade de Hawkins quando um menino chamado Will desapareceu misteriosamente, sem deixar rastros. A cidade é pacata, e quando seus amigos procuram por Will encontram Eleven, uma garota com poderes especiais e cheia de mistérios. Aos poucos, mais mistérios aparecem em volta da menina, mais desaparecimentos e mensagens subliminares de Will, sem contar o experimento do governo, que também está envolvido na trama. A trilha sonora é magnífica e também merece destaque todo o cenário, me senti dentro dos anos 80 enquanto assistia. A primeira temporada tem 8 episódios de aproximadamente uma hora, e o trailer da segunda temporada foi lançado no super bowl (veja aqui), com data de estréia dia 31 de Outubro de 2017!

❤ Dr. House


 
Dr. House é o tipo de série que achei que nunca ia assistir na vida. Um belo dia sem fazer nada, resolvi dar uma chance e viciei. House é um médico de meia idade muito amargurado, mas também muito competente e talentoso. Sua especialização é em diagnósticos, e ele gosta quando tem um desafio nos casos a resolver. Ele é realmente fantástico no que faz, o que deixa a equipe dele um pouco revoltada, devido ao distanciamento de House com seus pacientes, seu mau humor e seu comportamento anti-social. A série tem 8 temporadas e também foi considerada uma das melhores séries dos Estados Unidos, além de ser o programa mais assistido do mundo em 2008.

❤ Once Upon a Time



Once Upon a Time é baseada nas histórias dos contos de fadas mas de um jeito bem diferente. Após o casamento, Branca de Neve e o Encantado tiveram uma filha, e para salva-lá eles a enviam para o mundo real. Mas por conta de uma nova maldição da Bruxa Má, os personagens dos contos de fadas também vão para o mundo real em uma cidade chamada Storybrooke. A filha deles, Emma é a única que pode quebrar essa maldição. Os episódios contam as histórias de personagens que já conhecemos, mas que em Once todos são entrelaçados, e já conheciam ou conhecerão a Regina (Rainha má) ou o Gold (Rumplestiltskin). A série está atualmente na 6ª temporada, e  não desistam da 3ª, que foi a única mais abaixo da média. 

❤ Black Mirror


Se eu pudesse dar um prêmio de série crítica incrível, esse prêmio iria para Black Mirror. A série faz uma crítica à influencia da tecnologia nas nossas vidas, e é simplesmente brilhante. Cada episódio conta uma história diferente, ou seja, você pode assistir qualquer um sem qualquer ordem que não tem problema. Alguns episódios fazem críticas à como levamos nossas vidas com as redes sociais, outras a como somos escravos da tecnologia, e todos passam em um futuro muito tecnológico, mas também com uma crítica muito atual. 

❤ Gossip Girl


Coloquei Gossip Girl aqui porque acho os looks incríveis e foi uma série que marcou minha adolescência, já que foi a única que eu realmente acompanhei, quando não tinha tv a cabo em casa nem netflix e toda semana eu ficava horas pra baixar um episódio. A série gira em torno de um grupo de estudantes do Upper East Side, que são também a elite de New York. Com a volta de Serena de um internato em que esteve isolada, o blog "Gossip Girl" entra em ação e posta todas as fofocas e escândalos que envolvem ela e seus amigos, e lógico, há muitas histórias ocultas que vão à tona pela GG. XoXo. 

E aí, gostaram? Qual série vocês acham que devia estar na lista? Deixa sua série preferida aqui nos comentários! Um beijo e até a próxima! :)

Pin It

Recomeçar faz parte de viver

Fonte: Tumblr

Existem vários tipos de recomeços. Alguns são mais fáceis, outros nem tanto. Alguns vem após um período de glória e dias felizes, outros vem depois de épocas de perdas e traumas. Todo mundo recomeça alguma vez na vida, ou várias. Seja em uma escola, um trabalho, uma cidade, uma casa ou dentro de si. Nós precisamos dos recomeços. 

Como comentei aqui no blog, estou vivendo uma época muito difícil. Meus dois últimos anos foram muito intensos, vivi muitas coisas que não estava preparada e agora preciso me reerguer, seja do assalto, das minhas crises de ansiedade, da perda da minha avó e da solidão que eu sinto. Me sinto mal por estar mal, se é que isso é possível. É uma tristeza constante. E me dói muito admitir, mas acho que estou com depressão. 

Comecei a fazer terapia no começo desse mês. Minha ideia era que ela fosse quinzenal, mas sinto que preciso de mais ajuda, e mudei para semanal. Mas sei que a terapia depende de nós, como tudo em nossas vidas, e mudanças serão muito bem vindas, afinal, se você não está feliz, mude. 

No início desse período sai da república e mudei para o que chamam de apartamento aqui em Ouro Preto. Não me adaptei. Achei individualista e depois disso minha saúde mental piorou muito devido à solidão. Mas para alguns essa é a melhor alternativa. Cada um tem uma vida, e vive ela de forma diferente. É isso que nos torna incríveis. O que para mim pode não ser bom, serve para outra pessoa. E o mais legal é que esse conceito se aplica a quase tudo na vida, e devemos estar abertos às opções. O legal é que tudo que vivemos serve para alguma coisa. Voltando ao exemplo do apartamento, aprendi que pra mim, o ideal é morar em república, enquanto outras pessoas aprenderam na república que o ideal era morarem em apartamento. E recomeçaram.

A verdade é que não existe receita de bolo pra vida. Alguns acertam de primeira, outros não. O que jamais podemos esquecer é que sempre podemos ter uma segunda chance e que recomeçar faz parte de viver. 

Você merece estar feliz. Faça o que te faz feliz. Nem que precise recomeçar outras vezes. 

Pin It

Uma conversa de coração aberto


Oi pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vim aqui bater um papo e contar algumas coisas que estão acontecendo. Primeiramente, queria pedir desculpas por não conseguir postar essa semana, tive alguns velhos problemas de volta. Estava em semana de provas e tive três crises de ansiedade muito fortes, estava com muita dificuldade em me concentrar, e chorei muito, por conta disso acabei vindo passar alguns dias na casa dos meus pais para poder descansar um pouco a mente. 

O que eu sinto é uma sensação de peso. De não estar fazendo as coisas certas, ou de não saber o que fazer. E na hora eu sinto um pânico tão grande, que eu transbordo em lágrimas. Me sinto muito só, e essa semana quase precisei repensar se continuaria na faculdade ou não. E depois de ter três crises muito tensas, eu preciso de um tempo para respirar. Para pensar. Para Recomeçar.

E por isso eu peço tempo. Em algumas vezes vou precisar me ausentar um pouco aqui no blog, mas eu sempre vou voltar! Tenho um carinho enorme por aqui, e sempre que eu estiver bem escreverei coisas super legais para vocês!

Estou fazendo terapia e eu quero muito melhorar. Ainda não sei se o que eu tenho é depressão, mas quero e vou lutar contra isso e vou ficar bem. De qualquer forma, eu senti vontade de abrir meu coração aqui, e pedir que vocês continuem me dando forças. 💗

E obrigada pela força de sempre. Um beijo e até a próxima! 

Pin It

Méliuz: compre pela internet e tenha parte do seu dinheiro de volta


Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vim contar pra vocês a minha experiência usando o Méliuz, uma plataforma online de reembolso, bem famosa na internet. Esse não é um publieditorial, eu realmente uso o Méliuz e indico, já que todos ganham. 

Eu conheço o Méliuz já há algum tempo, mas como eu não conhecia ninguém que tinha recebido o reembolso, eu nunca tinha usado a plataforma. Até que eles criaram uma promoção em parceria com a Fnac, em que os participantes ganhariam 100% do dinheiro de volta na compra de livros até R$25. Eu e a Paula, uma amiga minha resolvemos arriscar e deu tudo certo. Desde então, eu uso a plataforma em todas as minhas compras online.

Lá tem várias lojas que a gente ama: Enjoei, Marisa, C&A, Renner, Americanas, Submarino, Magazine Luiza, Dafiti, Ellus, Gol, Latam, Quem Disse Berenice, Saraiva, AliExpress, e muito mais.


Como funciona?

A plataforma é em reembolso. Antes de fazer uma compra, você vai no site do Méliuz, seleciona a loja que vai comprar e ativa. O Méliuz te redireciona ao site e você faz a compra normalmente. Após a compra, o reembolso aparecerá no seu extrato do Méliuz, e eles pedem um prazo de até 60 dias para cair na conta do site. O prazo é longo para que as lojas confirmem o recebimento e que não tenha problemas como trocas e devoluções do produto comprado.

Como exemplo, vamos utilizar uma blusa que eu comprei no Enjoei. O valor dela era R$50, e a loja possui 3% de reembolso do Méliuz. Antes de realizar minha compra, eu fui ao site do Méliuz e ativei a plataforma para a compra.O próprio site nos redireciona ao Enjoei e você realiza a compra normalmente. Logo em seguida você recebe uma notificação por email do Méliuz informando a sua compra.


Ao entrar no extrato Méliuz, estará lá o valor que você vai receber de volta e até a data que ele cairá no extrato (no meu caso, até dia 01/04/2017). Lembrando que o saque só é possível a partir de R$20 no extrato Méliuz. Mas vale muito a pena, pode confiar!

Quando seu saldo atingir R$20, você pode solicitar o reembolso, que deve ser realizado em uma conta no seu nome. Pode confiar, que eu já usei Méliuz e o dinheiro cai direitinho, até hoje, já recebi R$20,28, e tenho outros R$17,70 acumulados, ou seja, quando esse valor chegar a R$20, já vou poder sacar de novo. 


O que eu mais gosto na plataforma é que se eu não usasse o Méliuz, eu não teria esse dinheirinho de volta. É pouco, mas antes no meu bolso do que na dos lojistas, já que eu não deixaria de ter feito essas compras. Se você é como eu, e prefere comprar tudo online, vale muito a pena comprar com Méliuz, e para se cadastrar é só acessar aqui

Espero que vocês tenham gostado e comecem a ter vários dinheirinhos de volta! 😜

Um beijo e até a próxima! 

Pin It

Esse texto é para você que (ainda) não passou no vestibular


Esse texto é para você. Para mim. Para todos. 

Todos somos seres humanos, e todos cometemos falhas. Posso imaginar o quanto você sonha com essa vaga, o quanto imaginou como seria passar esse ano. Eu sei o quanto dói não ver seu nome na lista de chamada. 

Pode parecer insensibilidade da minha parte, mas tudo na vida tem o seu tempo. Cada um tem a sua história. Não ter passado no vestibular x vezes foi a minha. Talvez a sua seja x-1, ou x-4. O que você precisa saber é que o seu valor não é medido em uma prova que você não passou, nem no salário que você não tem, nem as viagens que você não fez e nem nas roupas que você não usa. 

Nós queremos tudo pra agora e para já. Eu quis isso várias vezes, e contei minha história pra vocês verem o quanto troquei os pés pelas mãos, mas no final eu consegui. Sempre me disseram que mais importante que o final, é o caminho, e você vai se ser um verdadeiro vencedor quando passar tudo isso. É ruim estudar todos os dias muitas horas, mas o primeiro fato a lembrar é: você não está sozinho. 

Olhe pro lado e veja quantas pessoas ao seu redor também já passaram por alguma reprovação. Jamais se esqueça que você fez o seu melhor. Tire um momento pra você e relaxe. Lembre-se que uma derrota não define a sua capacidade. Você é capaz. Fatores externos como o seu ensino médio e como se sentia no dia da prova dizem muito sobre o seu resultado. Você precisa se recompor para arrumar forças e começar de novo

Por mais difícil que pareça, você não está perdendo tempo, você está amadurecendo, se conhecendo. Há pessoas que vão descobrir o quanto querem realmente o curso escolhido, outras vão descobrir que gostam mesmo é de outros cursos. A idade que você passa no vestibular não define sua carreira

Preciso que você pare e se recomponha. A vida é mais do que uma prova. Preciso que sua decepção vire força de vontade em ver o seu nome na lista de aprovados. Preciso que você pare e pense em novas estratégias sobre como pode melhorar. Você precisa andar de cabeça erguida, e no final, vai ver como será mais gratificante ainda ter o seu nome na lista de aprovados, depois de um caminho cheio de obstáculos


Ok, agora vou te contar a minha história. 

Fiz Enem cinco vezes. Comecei como treineira no segundo ano do ensino médio e só parei quando passei em Arquitetura na Federal. Mas foi longa a trajetória do dia que eu fiz aquele primeiro Enem até o dia que vi meu nome junto com outros 5 na 6ª Chamada da UFOP. Vi amigos meus entrando direto em faculdades boas, depois vi outros, e eu me sentia para trás. Via meus pais com expectativas sobre mim, e me vi falhando mais uma vez. Eu sei como você se sente. Eu terminei o ensino médio com 17 anos. Pelos meus cálculos no máximo com 22 anos eu já estaria formada e ganhando meu próprio dinheirinho. 

Eu tinha tanto desespero sobre estar em uma faculdade, que eu entrei na primeira que eu passei. Fui fazer Turismo na Fatec. E foi a melhor escolha errada que eu fiz. Conheci pessoas sensacionais que tenho na minha vida até hoje e minhas lembranças mais legais no quesito faculdade vieram de lá. Mas desde o primeiro dia de aula eu já sabia que não era aquilo que eu queria, e depois de um ano fazendo turismo e cursinho, e sem passar na Federal eu parei e fui atrás do que eu realmente queria. Naquele ano tudo o que eu consegui foi 50% de ProUni em uma particular há 1000km da minha casa, que lógico, optei por não ir.  

Fiz ensino médio em escola pública, e como eu tinha muito déficit de exatas, lá fui eu para mais um ano de cursinho. No meio do ano meu pai cansou e me matriculei em uma particular em São Paulo. E vocês não tem ideia de como doía meu pai dizer que ia vender um apartamento pra poder pagar a minha faculdade. Mesmo o curso sendo impecável, cada mês a parcela era um rim. Fui trabalhar e mesmo com a faculdade arrumava um tempinho pra estudar. Depois de um tempo, surgiu a chance de fazer a prova de transferência da USP, e eu virei noites assistindo aulas online e fazendo exercícios. Até chorei no dia que fui na USP fazer a prova. Apesar de ter ido bem, inglês me derrubou. E era mais uma prova pra minha lista de reprovações. No final do ano fiz o Enem, e mais uma vez não passei na Federal, e por causa de uma pessoa.  Vocês podem imaginar a minha frustração. 

Eu perdi a conta de quantos vestibulares prestei. Foram pelo menos 8. Quando eu finalmente passei na Federal, meus amigos já estavam na metade dos cursos, alguns até mais perto do fim. E se quer saber, depois disso tive muitas frustrações. Como sei também que meus amigos tiveram as deles, e todas as pessoas passam por isso. E apesar dos pesares, eu não desisti. E é isso que eu quero que você faça. Continue. 

Um beijo e até a próxima.

Pin It

Hábitos simples para melhorar sua vida

Fonte: Arquivo Pessoal
Quando a gente se torna um jovem adulto, percebemos o quanto podíamos ter melhorado durante todo o tempo. O começo da vida adulta vem com uma série de responsabilidades como faculdade e trabalho, e que se não tivermos equilíbrio em outros aspectos, podemos ir pirando aos poucos. Por isso, criei uma lista de alguns hábitos simples, mas que podem te ajudar a melhorar sua vida nos vinte e poucos anos. 

Fonte: Tumblr
1) Arrume sua cama todos os dias
Eu sou uma das pessoas mais bagunceiras que eu conheço. E você deve estar pensando, "Mas porque a cama e não tudo?". Quando deixamos a cama arrumada, o resto da bagunça de destaca, e advinha? Você arruma o seu quarto. Fora que só de arrumar a cama, metade do quarto já fica arrumado e não demora nem dois minutos. Não acumule a bagunça para mais tarde e evite que sua cama fique lotada de roupas durante o dia. 

Fonte: Tumblr
2) Tenha um cofrinho
Lembra quando você era criança e juntava os trocos do lanche em um cofrinho e depois de um tempo tinha um dinheirinho que nem lembrava? Agora imagine o quanto você teria se todos os dias guardasse o troco do xerox da faculdade, ou a moedinha que recebeu no ônibus e que por várias vezes fica perdida na sua bolsa ou no fundo da mochila? Aqueles cinco centavos de cada dia podem virar quinze, vinte reais ou até mais, e cá entre nós, todo dinheirinho é bem vindo não é mesmo?!

Fonte: Pinterest
3)Tenha uma tabela de gastos
Eu sei que é chato anotar tudo o que você gasta. Mas você precisa saber onde gasta seu dinheiro. É nos lanches da faculdade? No Happy Hour do trabalho? No cinema do final de semana? Sabendo disso, quando você ficar apertado vai saber o que pode cortar ou não, além de saber o quanto pode realmente gastar com você sem prejudicar sua graninha, já que temos também aqueles gastos impossíveis de tirarmos.

Fonte: Tumblr
4)Leve Lanche
Se você mora em um grande centro, provavelmente sabe que comer fora de casa uma opção mais saudável é bem caro. Se você mora no interior, pode não ser tão caro assim, mas talvez seja mais difícil achar opções saudáveis por aí. Na minha faculdade, por exemplo, só tem uma opção de lanche saudável (que nem é tão saudável assim), e é um preço bem salgado pro meu bolso de estudante. Com programação, você consegue fazer vários lanches realmente saudáveis, comprar frutas e pode colocar na ponta do lápis: vai ficar mais barato do que comer na rua, além de ser bem mais gostosos. Garanto que até sua disposição vai melhorar com uns lanches mais saudáveis. 

Fonte: Pinterest
5) Abra menos, descasque mais
Vivemos em um mundo em que tudo deve ser rápido, e buscamos sempre produtividade. Lasanha congelada, nuggets, refrigerante. miojo e hamburger pronto acabam se tornando facilidades para nos adequarmos à essa rotina. Nós sabemos que tudo isso faz mal, contém muito sódio e são altamente cancerígenos. Então porque não tirar um domingo de manhã para comprar alguns legumes frescos, picar e congelar? Ou deixar umas frutas em casa. Sua saúde vai agradecer muito daqui alguns anos. 

Fonte: Tumblr
6) Faça atividade física
Se você odeia academia, vá para um parque. Se detesta caminhada e não tem dinheiro para a academia, busque algumas aulas de dança no Youtube. Existe uma infinidade de esportes, sempre tem algum que dará certo pra você. Não tem tempo? Talvez seja hora de se desligar um pouco dos problemas que nos consomem no dia a dia. Você precisa de tempo pra cuidar de você. A dica aqui não é para quem quer perder peso, mas para adquirir melhor qualidade de vida. Tente academia, dança, vôlei, natação, caminhada, pular corda, tênis.. Algum desses vai melhorar seu humor, e te trazer mais ânimo para lidar com a rotina.

Fonte: Tumblr
7) Carregue uma garrafinha de água
Todos sabemos que temos que tomar aproximadamente dois litros de água por dia, e é uma meta um tanto difícil para quem precisa lembrar de tomar água só quando está com sede. De uns tempos para cá, estou carregando uma garrafinha dessas de plástico que todo mundo conhece e não custam mais de R$2, e tenho notado uma diferença absurda na quantidade de água que eu estou tomando. Com a garrafinha do nosso lado, acabamos tomando água mesmo estando sem sede, o que deixa a meta de dois litros muito mais próxima da nossa realidade. 

Tenho várias outras dicas, mas para o post não ficar muito grande farei uma parte dois! :) 

E aí gostaram? Não deixe de deixar sua dica de hábitos nos comentários, vou adorar receber sugestões de vocês! Um beijo e até a próxima! 

Pin It

O que é ASMR e como pode te ajudar na ansiedade


Se alguém me perguntar qual é a sensação de ser ansioso, eu diria "É como se você perdesse o controle do seu corpo. Comigo, eu sinto um aperto muito forte no pescoço, como se o ar estivesse ficando escasso e uma vontade descontrolável de chorar". E é por isso que sempre que eu puder, vou ler sobre o assunto, compartilhar e tentar ajudar os outros.

Hoje vim aqui contar pra vocês sobre uma técnica que eu conheci há pouco tempo e está me ajudando um pouco com a ansiedade. A primeira vez que vi sobre a técnica era em um vídeo de um canal que eu sigo no Youtube. Cliquei por curiosidade e não entendi nada.

Muito tempo depois, em um dia que eu estava me sentindo muito ansiosa, pesquisei na internet técnicas que pudessem me acalmar. E uma delas era o ASMR. A sigla significa Autonomus Sensory Meridian Response, traduzindo, Resposta Sensorial Meridiana Autônoma. Calma que eu explico.

O ASMR são sons referentes á sensações agradáveis, e ao junta-los com estímulos visuais auditivos e cognitivos, causam uma sensações prazerosas. Os videos normalmente focalizam em uma pessoa, que tem uma conversa, refaz uma cena de um filme ou encena uma cena em que você participa. A pessoa que passa o vídeo, fala com uma voz bem suave e possuem objetos para fazer ruído, como colocar água em uma garrafa ou folhear um livro.

Vamos ver um exemplo:



Imagino que você deve estar desconfiado, mas tente assistir ao menos um vídeo antes de descartar o método. Aconselho também o uso de fones de ouvido para que tenham uma experiência mais profunda. Há alguns que dizem sentir várias sensações como um frio na barriga ou uma boa sensação, outros dizem ver os vídeos para se concentrar melhor, uns para relaxar e até quem assista os vídeos para dormir. Acho que vale bastante a pena dar uma chance e jogar ASMR no Youtube, e se entregar, claro.

Para ajudar vocês, selecionei mais três vídeos dos canais que eu mais gosto:




Sei que não faz o estilo de todos, mas acho que esse tipo de postagem pode ajudar muitas pessoas. Espero que vocês gostem e que eu possa ter ajudado alguém!

 Um beijo e até a próxima! :)

Pin It

Dicas para melhorar seu blog


Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje eu estou aqui com mais um quadro novo no blog, o Dicas para Blogs. Notei que a maioria das pessoas que segue o Ka com K também são blogueiros e para agradecer resolvi criar esse quadro com dicas para melhorar nossos cantinhos. Depois que a gente vive um certo tempo na era de blog, aprendemos muita coisa. Eu não sou uma blogueira grande, mas me considero uma blogueira velha de guerra. Esse ano o blog faz 5 anos, e nessa caminhada aprendi algumas dicas valiosas para ajudar no crescimento do blog, 

1) Esqueça a ideia de fama
Quando você cria um blog, tem aquela ilusão de que vai ficar famoso e conhecido apenas pelo seu conteúdo. Conheço muita gente que só criou um blog pela ideia de ganhar presente de empresas. O primeiro passo para que o blog dê certo é esquecer essa ideia. Escreva sobre o que você gosta e divulgue entre seus amigos, na sua rede social e nas redes do blog. Escreva por amor e você se sentirá muito feliz e satisfeito com seu trabalho, o que vai fazer com que os posts sejam cada vez melhores e atraiam mais leitores, e quem sabe um dia você não vira um super blogger!

Fonte: Tumblr
2) Interaja
Há diversos grupos do facebook destinados à divulgação de blogs. Garanto que 80% das pessoas estão lá com o mesmo propósito: ganhar seguidores. Dessa galera, a grande maioria apenas solta os links no grupo e nunca mais volta lá. Se todos fizessem isso, ninguém receberia uma visita. Tire um tempo e comente as publicações dos grupos, visite os blogs que divulgam nos mesmos grupos que você. Comente o que achou das publicações e deixe o seu link. Você sabia que quanto mais interagir em um grupo, mais pessoas verão suas publicações depois? Apareça para ser notado e não deixe de reconhecer como o trabalho do colega pode ser legal também, e é bem legal ver como podemos crescer juntos.

3) Tenha um blog legal
Provavelmente você já foi em um blog que tocava música assim que entrava, tinha glitters caindo e era tanta informação que você não sabia pra onde olhar. A ideia de um blog legal pode variar de pessoa para pessoa, mas procurar um layout novo (nem que seja grátis), pode ser um começo para deixar seu blog com uma cara melhor. 

4)Conteúdo
Quando eu criei o blog queria falar sobre maquiagem. Mas como falar sobre maquiagem se eu não me considero realmente boa? Existem diversos blogs sobre os mais variados assuntos. Tem blog literário, de moda, maquiagem, beleza, viagem, intercâmbio, trabalho voluntário, política.. Encontre sobre o que você mais gosta de falar e foque nisso. Não adianta falar sobre algo que você não gosta, o conteúdo provavelmente ficará fraco e não atrairá o leitor de forma positiva. 


5) Tenha um canal no Youtube
Vou confessar que acho o leitor do blog diferente do leitor do Youtube. Mas é inegável o quanto o Youtube facilita na divulgação do blog. Lá, é só pesquisar um termo que surgem diversos canais, e no blog, a divulgação é bem mais difícil, e depende um pouco do google. Eu ainda não criei coragem para continuar meu canal, mas é algo que eu gostaria muito. Se você acha que poderia abordar o conteúdo do seu blog também em um canal, vá em frente que com certeza ajudará no crescimento do seu blog!

6) Conte para seus amigos e parentes
Pra mim, a parte mais difícil do blog foi contar para as pessoas ao meu redor. Quando criei, a maioria achava que blog era coisa de adolescente, e eu sentia muito mal quando alguém próximo a mim fazia uma crítica (ou brincadeira de mau gosto) sobre o blog. Depois de muito tempo, alguns outros amigos descobriram e me dão força, e desde então, eu tenho ignorado aqueles que me criticavam. Não tem coisa que me deixa mais contente do que quando eu sei que um amigo meu lê sobre o que eu escrevo, então ignore as críticas, e divulgue seu blog entre as pessoas ao seu redor. 

7) Tenha uma frequência de posts
Se você postar hoje e depois só postar daqui um mês, fica difícil o leitor gravar seu blog. Ele se torna fiel quando entra no blog várias vezes, quando o site fica guardado no cachê, quando ele tem um motivo para voltar. Dê um motivo para o seu leitor voltar ao blog. Se vários dias se passarem sem post, o leitor acha que não vai ter mais e acaba "abandonando" seu blog da lista dele.

Fonte: Pinterest
8)Mantenha as redes sociais do blog ativas
Esse item é uma junção do item 2 com o 7. Interaja com seus leitores pelas redes sociais que você disponibiliza para o blog, seja instagram, twitter, page do facebook, snapchat.. Tenha sempre conteúdo, perceba quando o seu público está online, e informe a eles sobre algum post novo ou novidade relacionado ao blog, e tente manter uma frequência.

9) Nunca faça troca de inscritos
Parece tentador não é? Mas vai por mim, troca de inscritos só te dão números e dor de cabeça. Você pode se inscrever em 50 blogs e receber de volta, mas desses 50, 10 param de te seguir e 39 nem lembram que são inscritos no seu blog e nunca mais voltam. Você cria seguidores fantasmas, e que podem te atrapalhar muito se você quiser que um dia seu blog seja profissional, por exemplo. Prefira ter 10 seguidores ativos do que 1000 seguidores fantasmas.

Nos próximos posts vou procurar opções de layout gratuito para vocês. Então fiquem de olho aqui no blog! Espero que tenham gostado! Um super beijo e até a próxima! :)

Pin It

Livro: Como eu era antes de você


Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vamos ter mais uma resenha, dessa vez sobre o livro "Como eu era antes de você", da Jojo Moyes. O livro já é bem conhecido, e ganhou até uma adaptação no cinema, e como li e assisti, nossa resenha será quase dupla!

O livro tem uma leitura bem fluída. Em alguns capítulos o narrador muda, mas não deixa a história confusa. Temos como personagem principal Lou Clark, uma jovem cheia de vida, que ama sua vida simples em uma cidade do interior da Inglaterra e trabalha em um café. Tudo muda quando o café fecha as portas e ela se vê desesperada à procura de um novo emprego, já que a família toda depende dela. 

A primeira oportunidade que aparece para ela é o emprego de cuidadora, onde ela conhece o ranzinza Will Traynor, um jovem multimilionário que teve sua vida arruinada após um atropelamento, em que ele se torna tetraplégico. 

Depois de certo esforço, Lou e Will começam uma amizade. Mas Lou também descobre seu real proprósito no trabalho: Will não quer mais viver. E Lou começa uma jornada para mostrar a Will um mundo aberto a ele e à sua deficiência. 


Eu gostei muito do livro. Confesso que no início não esperava muito, até porque eu tenho um certo desânimo em ler o que está mais "modinha", e há uns 4 anos tentei ler outro livro da Jojo e a leitura não fluiu. Como uma amiga minha me indicou e disse que valia a pena ler "Como eu era antes de você", dei uma chance para o livro e não me arrependi. Também segurei muito para ver o filme, já que eu queria ter a sensação da leitura antes do filme. 

O livro nos mostra uma realidade que nem sempre estamos atentos: ao de um deficiente físico. Will já tinha feito de tudo na vida, e se viu incapaz de fazer qualquer coisa após o acidente. No livro, acompanhamos as dificuldades em sair, comer, e realizar todas as dificuldades. Chegamos até a entender seu choque sobre o sentimento de que "A vida não vale a pena", e mesmo assim ele consegue ensinar a Lou que a vida é mais do que o que ela estava vivendo. 

Minha única crítica ao livro é sobre a irmã do Will, que achei super dispensável na história. E ao filme, eu senti falta da Katrina ser mais parecida com o livro. Tive uma certa antipatia dela no livro, achei ela mais egocêntrica, minha má impressão só foi melhorar no final, e no filme achei que faltou trabalhar um pouco mais a personagem. Mas apesar dos pesares, elas não prejudicaram nem a história do livro e nem do filme. 

Quem quiser ler o livro, pode garantir um exemplar pela Amazon, e o livro possui também uma capa alternativa com o poster do filme. Para baixar a versão em PDF, é só acessar o Lelivros

Pin It

Mais planners 2017 para você baixar gratuitamente

Fonte: Belinda Selene
Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje eu vim aqui com a parte dois de um dos posts mais acessados nos últimos dias, o Planners 2017 pra você baixar gratuitamente. E depois que eu escrevi o último post, fiquei impressionada com a quantidade de planners lindos que apareceram por aí! E por isso vim divulgar o trabalho da galera que disponibiliza os modelos para download. Dessa vez como são muitos planners, vou ser mais breve na apresentação!

Fonte: Gaveta Mix
O primeiro planner é o da Rayssa. Ele tem vários itens legais como livros e filmes, e está disponível também no formato A5. Para saber mais é só acessar o Gaveta Mix


Fonte: Isabelle Felício
Quando eu vi esse planner da Isabelle foi amor à primeira vista! Lindo! Ela disponibilizou uma versão gratuita e tem também uma versão paga, mais completa. Para baixar é só ir no blog dela , o  Isabelle Felício


Fonte: Namorada Criativa
Preciso confessar que o planner da Chai é o meu favorito! Ele é todo trabalhado nas cores, e tem alguns detalhes bem legais como o controle de hábitos e frases legais. Eu super aconselho vocês a darem uma olhada no planner dela, no Namorada Criativa


Fonte: Florescer menina
O planner da Erika é especial para quem dispensa os finais de semana e feriados. Ela criou um modelo com temas florais, mas só com os dias úteis, mas que não deixa de ser lindo! Para baixar é só acessar o blog dela, o Florescer menina.


Fonte: Love is Colorful
O planner é do blog Love is Colorful e é a cara de gente fina! Ele tem desenho de flamingos nas bordas, e tem fontes lindas dentro com detalhes em rosa claro! Para quem quiser é só acessar o Love is Colorful.


Fonte: Que se ame
O próximo planner também é lindinho, e possui duas versões, uma gratuita, com decoração preto e branco e uma versão premium, com três opções de planners e alguns itens adicionais. Para saber mais, é só ir no Que se ame


Fonte: Subexplicado
Eu fiquei encantada nos planner que a Camila fez. Ela disponibilizou três moledos lindos, um em tons tuquesa, outro em rosé e um em lilás. Impossível não se encantar pelo menos por um! Então, não deixa de dar uma passada no Subexplicado


Fontes: Ideias em casa
O próximo planner é para quem busca algo mais simples, sem deixar de ser lindo e delicado. A Lívia criou um planner nessa linha, e ainda deixou espaço para ideias, Check list de viagem,  orçamento do mês e muito mais, você encontra no Ideias em casa


Necessidade básica
E o último da nossa lista, mas não menos importante é o planner que a Paula disponbilizou. Com uma pegada mais simples e com detalhes em aquarela, e ele é um planner mensal, ou seja, pra quem busca mesmo uma visão geral do mês. Para saber mais é só acessar o Necessidade Básica


Agora você não tem desculpa pra não se organizar esse ano! Espero que vocês tenham gostado e não deixem de comentar o que acharam! Um beijo e até a próxima! :)

Pin It