Viagem: Turistando em Brasília



Olá pessoal, tudo bem? Hoje vim contar para vocês um pouco da viagem que fiz esse final de semana, para Brasília! Não vim jogar uma bomba no senado apesar da vontade ser grande , mas vim conhecer um pouco mais da arquitetura e dar uma fugida de Ouro Preto. 

Mas Ka, porque Brasília? Bom, pra quem não sabe, estou entrando na reta final do curso de Arquitetura e Urbanismo. Já tinha vindo a Brasília uma vez, mas sentia necessidade de vir novamente com um olhar mais "apurado", mas sempre me faltava grana. Bom, esse ano, fiz o ID Jovem, que permite vagas em ônibus interestaduais com gratuidade para estudantes (se você não tem, saiba mais aqui) e como tenho uma tia que mora em uma das cidades satélites e que sempre me chamava para voltar na casa dela, marquei a viagem! Consegui a passagem de ida e volta por R$17 (as duas juntas, saindo de Ouro Preto e viajando por 13 horas), e optei por passeios que fossem mais econômicos, logo, não temos nada de luxo por aqui, combinado? 

Vamos conversar sobre a cidade primeiro. As vias são bem largas e tem várias faixas (algo parecido com as marginais de São Paulo) e o que eu achei mais bizarro são os nomes das ruas e vias, que em grande parte são códigos. Outro ponto bem interessante é a quantidade de área verde dentro da cidade. Como vim bem rápido, não tive tempo de analisar muito, e não vou me aprofundar em reflexões de arquitetura, mas em dicas de lugares para ir. 

Catetinho


No dia que eu cheguei, estava chovendo muito! Cheguei até a sentir que todos os dias iam ser assim e que eu não ia conseguir sair. Conversei com um tio meu e ele topou me levar ao Museu do Catetinho, que fica na BR 040 e é um pouco distante de Brasília. Lá foi a primeira residência do presidente e dos principais responsáveis da obra, durante a época da construção da "NovaCap". 

Lá é uma simpática casinha de madeira construída em 10 dias. No pavimento de baixo temos uma cozinha e uma área destinada a serviços gerais, e na parte de cima estão localizados a maioria dos quartos e uma sala para visitas. 


A entrada é gratuita e não precisa de agendamento. Para mais informações, acesse aqui

Palácio do Itamaraty

No dia seguinte, minha tia havia agendado uma visita ao Itamaraty, que é o Ministério das Relações Exteriores. Como a nossa visita era bem cedo, sai e passei o dia de cara lavada. Como a própria guia disse, a visita não tinha caráter turístico, e sim cívico, e por conta disso não poderia ir com qualquer vestimenta e algumas regras deveriam ser seguidas como tirar fotos somente nos lugares e horas autorizados e não tocar nos objetos ou pisar nos tapetes. 


Conhecemos as áreas mais comuns, como o hall de entrada, o salão de jantar e a área onde os tratados são assinados. Dentro do palácio tem muitas obras de arte, como esculturas e pinturas, além dos móveis que pertenceram á Princesa Izabel e um tapete persa de 70m² que foi presente da Rainha Elizabeth II. A visita é gratuita e deve ser agendada por telefone. 




Memorial JK



Algo que poucas pessoas sabem é que eu já estudei muito sobre a vida do presidente Juscelino Kubitscheck. E por esse mesmo motivo, eu aproveitei para ir novamente ao memorial JK. Os destaques vão para os objetos das mais distintas naturezas, tem desde o RG, até a biblioteca pessoal do presidente, e os restos mortais dele, em uma câmara. 



Não vou entrar em muitos detalhes - pois me considero suspeita para falar- mas a visita é muito interessante! O valor de entrada no memorial é de R$10 a inteira.

Torre de TV


Como no sábado a chuva deu uma trégua, fomos andando do memorial JK até a Torre de TV. É meio longe, mas nada impossível de ir. E foi nesse trajeto, dentro do "eixo" que eu pude notar o quanto Brasília tem área verde e observar a quantidade de vias que tinha naquela área. Como já estava perto da hora do almoço, comemos em uma feirinha que tem praticamente embaixo da torre. (O almoço foi R$12 e podia comer a vontade!)


Meu passeio favorito em Brasília é sem dúvidas essa Torre de TV. Da última vez que vim aqui já tinha ido nela e fiz questão de repetir o passeio. Eu gosto muito de estar em locais altos e ter uma visão geral de tudo o que acontece lá embaixo. Lá fica a uma altura referente a um prédio de 25 andares, e é possível ver vários pontos importantes de Brasília como toda a Esplanada dos Ministérios, o Senado, o estádio Mané Garrincha, a Ponte JK, o Memorial JK, e o Parque da Cidade.  A entrada lá também é franca, só chegar, pegar a fila e subir! 



Catedral Metropolitana de Brasília 


E para terminar meu passeio, fui à catedral de Brasília, que na minha opinião é uma obra muito interessante, apesar de alguns criticarem muito! Por fora, ela segue a tipologia da esplanada e difere apenas pela sua forma! Sua entrada é pelo subsolo, e lá dentro ela tem alguns desenhos orgânicos na esquadria em tons de azul e verde, que  em dias de sol deve resultar em um reflexo muito interessante lá dentro! No sábado parecia que ia ter casamento lá, e por conta disso uma parte da catedral estava interditada (já estava toda decorada com flores brancas!). Fiquei lá pouquinho tempo mas valeu o passeio! A entrada é franca! (As igrejas de Ouro Preto são pagas, então vai saber né?!)



E essa foi a minha viagem! Quando eu vim aqui da última vez, tinha ido ao senado e ali nas redondezas da esplanada. De uns tempos pra cá eu tenho criado um ranço de política, e por conta disso preferi não repetir minha visita aos deputados. Meu tempo aqui também foi bem curto - e como eu não estou de férias, precisei fazer vários trabalhinhos da faculdade aqui - e também precisamos deixar algo para poder vir novamente, não é mesmo? 

O post foi bem simples, mas espero que tenham gostado de saber um pouco mais da minha viagem!  Antes de finalizar aqui não poderia deixar de agradecer às minhas tias Dilva e Ivanilde e ao meu tio Raimundo pela companhia e hospitalidade. 😊

Quem quiser me acompanhar em tempo real, é só me seguir no insta @kacomk, que eu sempre posto o que estou fazendo por lá! 

E por hoje é só! Espero que tenham gostado e comentem aqui o que acharam! 
Um beijo e até a próxima! 💓

Pin It

Três documentários que você precisa assistir sobre saúde


Olá pessoal, tudo bem? Quanta saudade que eu estava daqui! Estou um pouco ausente de tudo, mas o carinho continua o mesmo.. minha rotina que anda muito corrida. Mas no meio de tudo, eu estou tentando me cuidar: estou fazendo natação e experimentando receitas novas! 

E de uns tempos pra cá eu estou optando por alimentos menos industrializados, mas a minha alimentação é assunto para outro post! Hoje eu vim com três documentários que você precisa dar uma chance para repensar o que anda comendo. 

Fed Up



O primeiro documentário da nossa lista é "Fed Up", que aborda a questão da obesidade, em especial nos EUA com o alto consumo de açúcar nas comidas industrializadas, fast food e os impactos da indústria nas decisões e políticas de saúde. Outro ponto muito interessante apontado pelo documentário é a publicidade voltada à crianças, que são apresentadas à industria alimentícia muito cedo, inclusive na escola e se tornam futuros propensos à diabete e à obesidade. O documentário está disponível na Netflix e no Youtube. 

Super size me


Assisti esse documentário na época do colégio, como "A dieta do palhaço", e me marcou bastante. Nele, Spurlock se propõe a uma dieta de um mês baseada somente em produtos vendidos no Mc Donalds, e caso os vendedores oferecessem produtos maiores, ele optaria por eles. Em um mês, foram diversas mudanças, que foram além do peso. Apesar de ser um documentário mais antigo,ele ainda é muito atual, principalmente para quem nasceu depois dos anos 90, com o boom do Mc no Brasil, e cresceu comendo fast food. O documentário está disponível no Youtube. 


Muito além do Peso 


Um documentário nacional que reflete sobre a obesidade e os efeitos da industria publicitária nas crianças brasileiras, que 1/3 estão sobrepeso ou obesas. Assim como Fed Up, além da indústria e da publicidade, também entra em debate políticas governamentais, ética e a responsabilidade dos problemas relacionados ao consumo na infância. O documentário está disponível nesse link

Espero que tenham gostado das dias, e se conhecer algum documentário, coloca aqui nos comentários, vou adorar assistir! 

E por hoje é só, um beijo e até a próxima 💓

Pin It

Beauty Fair e uma conversa de coração


Hoje, peguei uns posts antigos do blog para ler. É surreal como consigo me lembrar do exato momento que escrevi cada post e o que estava sentindo. E é por isso que eu sempre volto, mesmo que já tenha passado algum tempo desde que eu vim aqui pela última vez: aqui é minha cápsula do tempo, e me faz ter cada vez mais gratidão por tudo o que acontece na minha vida.

Minha vida anda uma correria. Estou indo para o último ano da faculdade, e agora vai começar o sonho da formatura. Sonho esse que eu ainda nem sei se vou poder $$$ realizar. Mas enquanto esse dia não chega, vivemos a luta e a conquista do dia a dia, como o meu projeto de extensão, minha efetivação na empresa júnior, a ida a Beauty Fair 2017 e outras tantas coisas que vou falar nos próximos posts aqui no blog. Vamos começar com a Beauty Fair:


Como eu já disse em algumas vezes aqui no blog, minha mãe é cabeleireira e sempre vai à Beauty Fair. Confesso que esse ano estava bem desanimada quanto à ir como representante do Blog - O que é uma oportunidade incrível de conhecer várias marcas e divulgar o seu trabalho, mas estou sem tempo de escrever tudo bonitinho aqui no blog. Confesso que esse ano eu estava bem desanimada - por conta da minha depressão - mas minha mãe insistiu para que eu fosse e como eu recebi a credencial pelo email, resolvi ir e não me arrependi. Fui na segunda e na terça, comprei várias novidades e já garanti o estoque de cremes por um tempinho! De quebra, encontrei por acaso com a Ju e matei um pouco da saudade!!! E ainda fiz o meu próprio esmalte no stand da Impala (amei muito, foi incrível!) fiz um rosinha com brilho!


Eu sou muito grata por tudo o que estou vivendo. Tenho pessoas fantásticas do meu lado, que tem me apoiado, mas de vez em quando ainda surge aquela angústia que só quem tem depressão sabe. Você está bem e do nada, você fica sem forças para fazer qualquer coisa. Faço terapia quinzenalmente e tomo medicação controlada, e já melhorei muito, mas as vezes ainda tenho alguma recaída, como no dia da beauty fair. Ainda desconto alguns sentimentos na comida e acabei ganhando alguns quilos.



Não aproveitei a feira como uma blogueira deveria, não fui maquiada e não tirei muitas fotos nem fui atrás de recebidos, mas isso não significa que eu esteja desistindo do blog. Em momento algum. Mas eu preciso de tempo para me recompor e poder mostrar um conteúdo legal e de qualidade pra vocês, de coração.  

Estou sumida, mas continuo com vários planos de voltar por aqui, é só esperar a maré abaixar pra mim 😉

Amo vocês, obrigada pela força de sempre, e até a próxima! 

Pin It

Como economizar em compras online


Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Tem coisa mais legal do que chegar em casa e ver que aquela compra da internet chegou? Desde que eu mudei pra Ouro Preto, aumentei bastante minhas compras pela online. Aqui não tem tantas opções de lojas físicas com coisas mais diferentes, e as compras online tem sido minha melhor opção, até pelos preços mais atrativos.

E a minha dica de hoje é pra quem, assim como eu, é adepto de compras online e adora um desconto, o Cupom Valido vai te ajudar  a tirar aquela comprinha do carrinho e levar pra sua casa! 😊


O site tem a interface bem simples e intuitiva, não tem segredo na hora de usar. Já na página inicial tem o logo de várias lojas conhecidas, como Americanas, Marisa, Boticário, Centauro, Saraiva,  Kipling, Avon. Enjoei, Dafiti, Natura, Netfarma, Renner, Netshoes e várias outras. E o mais legal é que todas as lojas que estão no Cupom Válido são super confiáveis e os cupons realmente funcionam! Não rola aquele climão em saber se o cupom vai te deixar na mão, sabe?

Pra mostrar pra vocês escolhi uma das lojas que eu mais amo comprar online, a Saraiva. Encontrei a loja na página inicial e ao apertar o ícone ela redirecionou para uma página com os cupons disponíveis na Saraiva. 


Outra coisa bem legal é que para usar o Cupom Válido não precisa de nenhum cadastro. Eles tem essa opção que permite receber cupons em primeira mão e vale bastante a pena (é só cadastrar nessa caixinha amarela). Tem diversos tipos de cupons, alguns valem para todo o site, outros para produtos selecionados, alguns para acima de determinado valor, categoria do site e tem até alguns que são exclusivos para a primeira compra. Mas com certeza vai ter algum que você vai usar. É só ler as regras direitinho, não tem segredo nenhum. Na aba da Saraiva, tinham 13 cupons ativos e escolhi o cupom de 10% em Livros, e logo já abriu o código para usar no carrinho de compras. 


Depois disso é só copiar o código, ir para a loja (pode clicar no botão que o próprio site do Cupom Valido redireciona), é só fazer as compras e aplicar o cupom no carrinho! Não tem segredo nenhum e funciona direitinho, pode confiar!

E se o meu tutorial deixou a desejar, na própria página tem como aplicar os descontos e tem algumas dicas de como economizar ainda mais na loja escolhida:


O site é super seguro, já que as compras são finalizadas no site da loja escolhida, então não precisa preocupar! Para ver os descontos é só acessar o site http://www.cupomvalido.com.br/, e tem aproximadamente 200 lojas pra gente ganhar cupom!

Espero que vocês tenham gostado e aproveitem tanto dessa dica quanto eu! E por hoje é só! Um beijo e até a próxima!😊

Pin It

Praticando a gratidão

Eu toda magra no por do sol mais lindo da minha vida em Brasília, 2011

Depois de uma época muito tumultuada, a calmaria vem finalmente começando a fazer parte dos meus dias. Apesar de alguns dias eu ainda me sentir mal, eu sento, choro, mas depois fico bem. E hoje vou falar sobre algo muito legal para praticar no dia a dia que pode ajudar as pessoas em um momento de crise: a gratidão. 

O que muita gente não sabe. é que ao ter uma crise sentimos o pior sentimento do mundo, que é a falta de esperança. Parece que nada do que fizemos é suficiente e nunca será. Parece que estamos invisíveis e não conseguimos pedir ajuda. Quando estiver assim, leia o seu caderno da gratidão, que você fará a partir de hoje. 

Meu caderno da gratidão, compacto para levar para qualquer lugar
O meu caderno da gratidão começou com um presente da minha amiga Tephi, um livro chamado A Magia, que prega nada mais nada menos do que a gratidão. Apesar de eu ainda estar no início, pois acabo dando uma escorregada, o livro tem 28 exercícios práticos da gratidão -  um a cada dia. O legal é que ele nos faz pensar que temos coisas boas, mesmo quando parece não termos mais. Todos os dias criamos uma lista com 10 motivos para agradecer e o porque de agradecer. E pode ser qualquer coisa. Desde uma pessoa, ao ar que respiramos. Sempre temos motivos para agradecer. 

A ideia aqui é que a gratidão vá além de um botão especial no Facebook e se torne um estilo de vida. Olha só que louco: você pode ser grato até pela água que bebe. por poder estudar, ter uma família ou até mesmo ter o que comer no almoço. E é incrível como a gratidão muda as nossas vidas, eu, desde que comecei a praticar me sinto mais leve e confiante.


E sempre teremos motivos para agradecer, até onde reclamamos. Você pode não ter a casa dos seus sonhos, mas tem uma casa que te protege do frio e da chuva. Você pode estar descontente com seu corpo, mas pode agradecer por ver, sentir, ouvir, falar. A verdade é que tudo o que nos cerca pode nos trazer gratidão, basta mudar o seu ponto de vista. O que muitas vezes não é fácil, mas vale muito a pena. 

E a ideia do livro é que a cada dia colocarmos 10 novos itens por dia à nossa lista da gratidão. Claro que o livro também tem vários outros exercícios da gratidão que valem a pena, mas esse em especial é incrível pra quem tem depressão ou ansiedade pois em um momento de crise você pode pegar o seu caderno e ver como tem muitas coisas legais na sua vida. Claro que quem estiver nessas condições deve procurar um médico especialista, mas estou dando uma dica que me ajuda muito e qualquer pessoa pode realizar, em qualquer lugar. 

Espero que tenham gostado, pratiquem a gratidão e não deixem de me dar mais dicas sobre o que ajuda vocês a melhorar de vida, vou adorar saber e incluir na minha vida também! Afinal, mudar faz parte, não é mesmo?

E eu não poderia terminar o post sem agradecer todos vocês, que de alguma forma me ajudam, apoiam e se tornaram meus amigos do outro lado da telinha, desde 2012. Ter o blog me faz muito muito muito feliz. Aquele obrigada de coração a vocês que fazem esse cantinho valer a pena 💗

Um beijo e até a próxima! 😉

Pin It